Top Social

(Crónicas dos alunos) Botas de Resina

02 novembro 2017
17 de Outubro, teste de português, tinha acabado de entrar na sala, sentei-me, a professora entregou os testes e comecei a fazê-lo.
Supostamente era um teste normal até que, passados dez minutos, a professora levanta-se e foi um inferno! Nem o S. é tão irritante! Só me apetecia dar duas "festinhas" à senhora professora, mas pronto, sou calmo. Sempre que me começava a concentrar, lá os diabos se levantavam: aquelas botas com resina, que parecia que se colavam ao chão, a fazerem aquele barulho insuportável. E para piorar,ela andava devagar, como quem diz: não gostam, temos pena.
Depois de uma meia hora infernal, lá consegui chegar à composição: tinha de fazer uma crónica, não tinha ideias, até que a professora se levantou, vindo-me logo à cabeça, a ideia de criticar aqueles farrapos velhos a que ela chamava de botas.

Conclusão disto tudo: fiz o teste bastante desconcentrado, como era de esperar, mas tive uma excelente ideia para uma belíssima crónica, provavelmente a melhor da turma, tudo graças àquelas botas de resina ou lá o que era aquilo.

Ângelo Taveira, 9ºD


Antónia Mancha:

Quase fotógrafa. Quase blogger.Quase cronista. Professora de Português. Quase como gostaria.


1 comentário on "(Crónicas dos alunos) Botas de Resina"
  1. Que maravilha, Angelo. Ritmo, humor, e sim, uma belíssima ideia para uma crónica. Gostei muito. ☺

    ResponderEliminar